14 November, 2011

Amor vs Medo

Se por um lado o medo nos faz conquistar o que tememos, por outro lado ele nos impede de conquistar o que queremos.

Ha aqueles que conquistam o que desejam, e todos os outros que conquistam o que temem.

Quando, inconsciente, alimentamo-nos mentalmente com os nossos medos, esses se tornarao as nossas realizacoes. Desse medo geramos agressividade e egoismo.

Permitemo-nos conquistar pelo amor incondicional (amor ao que somos, ao nosso corpo, a nossa persona, sonhos, desejos, ideais...). 
Esse amor gerara realizacao e prosperidade.

13 November, 2011

Pessoas que passam, pessoas que ficam

Para o Gus







Há pessoas, tantas pessoas,
que, ao longo da nossa vida, passam,
como passam as paisagens
pela janela de um trem.
Nada mais são, nada mais querem ser,
senão paisagem.
Bonita, às vezes; passageira sempre…
Mas há outras pessoas
que viajam conosco no mesmo comboio,
que permanecem ao nosso lado por toda a jornada,
compartilhando tudo:
as alegrias e também os momentos difíceis.
A essas oferto minha amizade,
meu coração
e minha alma.
 

Nós só perdemos aquilo que achamos é que nosso

O que (achamos) que é nosso, mas se faltar não fará falta, é porque não é nosso. 
O que (achamos) que é nosso, mas se faltar nos fará falta, é porque também não é nosso.

Tudo que temos que é nosso, mesmo nosso, perdurará.
O que é mesmo nosso fica para sempre.


04 November, 2011

O que queremos...? O que desejamos...? O que nos move...?

... são as únicas coisas que realmente temos. 
São o nosso legado, e o que nos fará viver para sempre, ainda quando já não estivermos mais vivos.

Yôga and Freedom


-->


Freedom is itself a discipline. It is not something that others give us or not, or allow us to have or not; less than that is too far from depending of external conditions. Freedom is always related to self discipline. Those freedom that everybody seems to own it’s not more than an illusion, conducted by costumes and society. Our options can be much extended and bigger than the ones we’ve had some decades ago, but even than they are still limited if we consider the infinite limit of possibilities (if you allow yourself to that).

To have conscious about those real freedom, let us become “lords” of our destiny. A colossal power to change our life according to our wills. To be what we want to be and change what we want to change. Freedom to do or not to do, to be or not to be. Our freedom is our biggest power. (we have the power but we are not the all-powerful)

“Welcome to the real World”

* Matrix